Pinacoteca provoca com campanha: “Não tem certo. Não tem errado. Tem arte.”

Publicidade Anuncie

Ultimamente estamos presenciando uma onda conservadorista interferindo em diversas áreas da sociedade supostamente em nome da ‘família e dos bons costumes’.

A arte tem sido um dos alvos frequentes de ira e protestos de muitos grupos conservadores, justamente por falta de conhecimento, então a Pinacoteca lançou uma campanha muito providencial para esclarecer: “Não tem certo. Não tem errado. Tem arte.”

Em vídeo de pouco mais de 1 minuto e 20 segundos, o espectador mergulha no quadro “Antropofagia”, de Tarsila do Amaral, de 1929. Com a obra como protagonista, questões básicas de qualquer pessoa que visita um museu vão sendo realizadas: ‘Qual o tempo certo de olhar para um quadro?’, ‘O que o artista quis passar com isso?’, ‘Tem algum sentido nisso?’, ‘Aquilo é um sol ou uma laranja?…

Enquanto as perguntas vão sendo realizadas, na tela vão surgindo novas interpretações da arte na imaginação do público que visualiza o quadro. Desta forma, a mensagem da campanha fica mais do que clara: cada ser humano tem uma maneira única de compreender a arte.

The Adobe Flash Player is required for video playback.
Get the latest Flash Player or Watch this video on YouTube.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it