9 artistas que transformam flores em incríveis arranjos artísticos

Publicidade Anuncie

As flores, de modo geral, não precisam de qualquer intervenção humana para se parecerem com obras de arte. Perfeita e criativamente criadas pela natureza, as flores é que podem servir de inspiração e paradigma para a invenção humana. Arranjos florais, assim, costumam ser pensados como enfeites, em que basta se juntar algumas cores interessantes em flores para tornar uma mera mesa ou um recinto banal em um local espetacular.

Quando uma série de artistas, porém, resolvem usar as flores não como inspiração mas como matéria prima de sua visão criativa, a coisa muda de figura – e a beleza natural das flores ganha novas potências, simbólicas, narrativas, figurativas, sem limites.

Reunimos aqui nove artistas que partem das flores para criar arranjos ainda mais espetaculares com elas, numa parceria imbatível entre o olhar o humano e a criatividade da própria natureza.

1. “Floral tea story”, por Marina Malinovaya

A “história do chá floral”, da artista russa Marina Malinovaya reúne sua paixão pelo chá, não só como bebida mas como uma cerimônia, e pelas flores para criar uma bucólica e estonteante composição.

2. “Natura Insects”, por Raku Inoue

 

O designer e artista japonês Raku Inoue revela, através da beleza das flores, também a beleza da forma dos insetos em seu ensaio “Natura Insects”. Criando esses animais normalmente vistos com asco utilizando pétalas, folhas e flores, ele reúne duas forças estéticas naturais em um só trabalho.

3. “Floral Portraits”, por Sister Golden

 

A dupla americana Sister Golden é formada por uma mãe e uma filha – Vicki e Brooke. As duas usam flores em todos os seus estágios, inclusive secas, para criar seus “retratos florais”. Frida Kahlo, Van Gogh e Audrey Hepburn são alguns dos retratos criados pela dupla.

4. “Anatomical Botanicals”, por Camila Carlow

 

A guatemalteca Camila Carlow vai fundo nas entranhas humanas como inspiração – literalmente. Criando órgãos humanos a partir de flores, ela transforma em suas “Anatomias botânicas” o que normalmente é grotesco e asqueroso em algo belo e sedutor.

5. “Encyclopedia of Rainbows”, por Julie Seabrook Ream

 

Basta olhar para os trabalhos da americana Julie Seabrook Ream para se ter certeza de seu amor pelas cores. Foi esse amor que a inspirou a criar sua “enciclopédia de arco-íris”, reunindo toda a delicadeza das tonalidades naturais impressas nas flores e folhas.

6. “Dandelion art”, por Duy Anh Nhan Duc

 

Já o vietnamita Duy Anh Nhan Duc vai pelo caminho contrário: utilizando uma flor e um tom somente de cor, ele criou sua “arte de dente-de-leão” inspirado na fragilidade e na poesia que vê nessa flor – criando padrões e formas geométricas monocromáticas como um deleite para o nosso olhar.

7. “La Fee de Fleur”, de Sawa

A japonesa Sawa documenta seus cafés diários como muitos fazem nas redes sociais – ela, porém, adorna as xícaras com belos arranjos florais, utilizando flores vivas e secas, como que em molduras coloridas e naturais para a banalidade de uma xícara de café.

8. “Meditative Medleys”, por Ja Soon Kim

Inspirada em seu próprio trabalho como instrutura de yoga, a artista coreana Ja Soon Kim quis trazer a tranquilidade meditativa da yoga para suas composições florais. A ideia em sua “miscelânea meditativa” é que as cores e formas, que normalmente excitam, possam também nos tranquilizar à meditação.

9. “Petal Paintings”, por Fong Qi Wei

O desejo do artista baseado em Singapura Fong Qi Wei em suas “pinturas de pétalas” era que cada pétala fosse como uma forte pincelada – criando assim suas pinturas. Especializado em fotografia, Fong também gosta de pintar, e usa as flores como seu pincel.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it