Arquiteto cria projeto para que pessoas possam receber refugiados no quintal

Publicidade Anuncie

Quando chegam a um país, refugiados precisam aguardar um visto específico para sua permanência, que pode demorar meses para ser expedido. Quando obtém o documento, eles deixam de viver em campos de refugiados e passam a depender de seu próprio destino.

Esse período é particularmente difícil para as famílias de refugiados. Com dificuldades de encontrar trabalho e de se adaptar à cultura de um novo país, eles raramente encontram boas condições de moradia. Um novo projeto buscou uma solução simples para um problema tão complexo.

A iniciativa In My Backyard (IMBY) foi proposta pelo arquiteto Romain Minod, da organização sem fins lucrativos Quatorze, localizada na França. O projeto consiste na construção colaborativa de uma pequena casa no jardim de famílias interessadas em receber refugiados.

Não se trata apenas de oferecer uma moradia, mas hospitalidade e integração social, ao mesmo tempo em que preserva a intimidade de ambas famílias. Até dois refugiados podem viver no local pelo período máximo de um ano e também aprendem habilidades relacionadas à eco-construção durante a montagem da estrutura.

Quando os hóspedes encontram trabalho e uma morada permanente em outro lugar, os anfitriões podem escolher se preferem receber uma nova família, comprar a casa que foi construída em seu jardim, ou deixar de fazer parte do projeto. Nesse caso, a residência é desmontada e erguida novamente em outro local.

O vídeo abaixo demonstra como o projeto pode beneficiar muitas famílias. A produção está em francês, com legendas em inglês, mas é possível selecionar legendas automáticas em português, clicando nas configurações.

The Adobe Flash Player is required for video playback.
Get the latest Flash Player or Watch this video on YouTube.


Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it