Ele nasceu sem braços e pernas. E é um dos grandes fotógrafos da Indonésia

Publicidade Anuncie

O fotógrafo indonésio Achmad Zulkarnain nasceu sem as mãos e as pernas. Tal informação impressiona e, ainda que signifique a dedicação e a força de vontade de Achmad para se tornar um fotógrafo profissional e ganhar a vida com suas imagens, ela não é realmente importante.

O que importa são suas fotos.

Qualquer um que veja as fotos de Achmad sem saber quem as tirou – e como foram tiradas – é incapaz de não se impactar a técnica e a beleza que o profissional consegue. E isso é o que Achmad mais quer, claro.

Aos 24 anos, Achmad usa seu rosto, sua boca e a pele do seu braço para operar sua câmera.

A partir do sucesso de suas variadas fotografias, mostrando desde modelos em trajes típicos até belas paisagens, ele criou sua própria empresa, a DZOEL, para ajuda-lo a dar conta da demanda de trabalho que tem recebido.

Para se locomover de forma autônoma, Achmad dirige um veículo adaptado por ele com ajuda de sua família.

“Eu não quero que as pessoas vejam minhas fotos e pensem em quem eu sou – só quero que vejam minha criatividade”, ele diz.

E é justo isso o mais visível: para além de sua força para superar os limites mecânicos que sua condição lhe impões, a determinação que se imprime em cada foto.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it