Cidade de SC será a primeira do Brasil a incluir programa de educação emocional na grade

Publicidade Anuncie

Enquanto a grade curricular da maioria das escolas aposta em disciplinas como matemática, português, química e história, novos paradigmas apontam que há outras coisas com as quais deveríamos aprender a lidar desde cedo: as nossas emoções.

No Brasil, um município de pouco mais de 10 mil habitantes em Santa Catarina é pioneiro nesse sentido. A cidade de Luiz Alves é a primeira do país a incluir um programa de educação emocional na grade das escolas públicas.

Até então, apenas algumas escolas particulares ofereciam o programa em sua grade.

Trata-se do “Passaporte: Habilidades para Vida”, disponibilizado pela ASEC (Associação pela Saúde Emocional de Crianças). O projeto busca ajudar os estudantes a lidar melhor com emoções e dificuldades que a vida apresenta. A novidade entrará em vigor nas escolas do município, beneficiando alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.

Um total de 789 crianças e adolescentes devem participar do programa, composto por 18 aulas com atividades lúdicas. De acordo com a Prefeitura de Luiz Alves, as aulas são apoiadas em uma história em quadrinhos e focam na cooperação, comunicação e no desenvolvimento emocional dos estudantes.

Desde 2009, as escolas municipais já desenvolvem um projeto de saúde emocional com crianças de 6 a 7 anos, conhecido como “Amigos do Zippy”. Desde a implementação, não foi registrado nenhum caso de tentativa de suicídio ou de automutilação na cidade envolvendo crianças e jovens atendidos pelo programa.

Ao perceber o sucesso da iniciativa, veio a vontade de fortalecer emocionalmente jovens a partir dos 11 anos, para ajudá-los a lidar com essa fase particularmente vulnerável da vida. Com isso, o município decidiu implementar o programa “Passaporte: Habilidades para a Vida“, que será oferecido pelos próprios professores da rede municipal, após uma capacitação oferecida pela ASEC.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it