[NSFW] Ensaio poderoso faz brilhar a sexualidade feminina quebrando padrões habituais de santidade e ingenuidade

Publicidade Anuncie

A fotógrafa Maggie West, de Los Angeles, na Califórnia, é especializada em iluminação experimental e técnicas de instalação. Suas fotografias surrealistas e incrivelmente coloridas costumam ser, além de lindas, uma forma de protesto e empoderamento de gênero e sexualidade.

Seu mais novo trabalho, intitulado “98” (por conta de dados do Departamento de Justiça dos EUA que diz que a cada 98 segundos uma americana é agredida sexualmente), foi criado em parceria com a Fundação Amber e com a Lelo, famosa marca de brinquedos sexuais, com o objetivo de refletir temas como o empoderamento feminino, a luta contra a cultura do estupro e o incentivo à aceitação do corpo.

A instalação, que será inaugurada dia 1º de outubro, mesmo dia em que acontece a terceira Marcha Anual das Vadias de Amber Rose, se assemelha aos tradicionais vitrais religiosos, mas no lugar de imagens de santas, ela trará 40 fotografias que visam celebrar as mulheres por outro motivo: através da liberdade de expressão sexual das mulheres e sua liberdade para protestar contra a violência sexual.

E apesar de serem todas diferentes entre si, as figuras presentes nos retratos da exposição trazem algo em comum: já foram assediadas em algum momento da vida. “Todas as mulheres (incluindo lésbicas, transexuais, prostitutas…) sofreram algum tipo de assédio, violência e discriminação contra o qual a Marcha das Vadias quer protestar“, explicou Maggie. Confira abaixo algumas fotografias do projeto:

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it