A emocionante carta de um pai sobre seu filho vítima de bullying

Publicidade Anuncie

Jackson é um menino de 7 anos, cuja vida é bem diferente da maioria dos garotos de sua idade. Ele nasceu com a Síndrome de Treacher Collins, uma condição rara, hereditária e incurável em que alguns tecidos e ossos do rosto não se desenvolvem.

É comum que, graças a isso, o rosto das pessoas que nascem com a síndrome sofra algumas deformações, como orelhas anormais, pouco desenvolvimento das maçãs do rosto, maxilar pequeno e inclinado, bem como outras alterações. A condição pode ainda afetar as funções respiratórias e auditivas de quem nasce com a síndrome e estas pessoas muitas vezes precisam passar por diversas cirurgias para reconstruir suas feições.

Apesar de encarar as cirurgias como se fosse gente grande, Jackson ainda precisa conviver com outro problema: o bullying sofrido na escola. Recentemente, o garoto passou a falar que não queria mais viver porque “não tem amigos e todos o odeiam“.

De coração partido, seu pai Dan Bezzant recorreu ao Facebook para fazer um apelo. “Esse belo jovem, meu filho Jackson, tem que suportar constantemente comentários ignorantes e depreciativos como nunca vi igual. É chamado de feio, estranho e de monstro diariamente por seus colegas na escola. Ele fala sobre suicídio… e não tem nem 8 anos! Ele diz que não tem amigos e que todos o odeiam. As crianças jogam pedras nele e o empurram gritando essas palavras horríveis… Por favor, por favor, tome um minuto e imagine como seria se este fosse o seu filho. Encontre um minuto para educar seus filhos sobre pessoas com necessidades especiais.“, escreveu ele.

O desabafo se tornou viral após ser publicado na rede social. A mensagem já conta com 60 mil compartilhamentos e recebeu mais de 35 mil comentários, em sua maioria de apoio ao menino e à família. Ao Inside Edition, Dan conta que, embora Jackson não saiba sobre a mensagem postada por ele no Facebook, a vida do menino já está sendo afetada pela iniciativa. Diversos vizinhos e pessoas da comunidade se comprometeram a ajudar para que o garoto fique bem.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it