Conheça as plantas legalizadas que alteram a consciência e os sonhos

Publicidade Anuncie

A relação entre os seres humanos e as ervas e plantas é de tal forma complementar que não é exagero dizer que muitas funcionam para nós como peças que perfeitamente se encaixam. Seja como alimento, remédio, tempero, decoração ou matéria prima, as plantas e ervas dão cor, sabor e saúde para a vida humana, e podem ir ainda mais além – servindo como disparadores de experiências lisérgicas e expansões de consciência.

A maioria das plantas ilegais capazes de dar “onda” são conhecidas, mas existem algumas ervas completamente legais que também podem alterar nossas consciência e até afetar nossos sonhos. Essas 7 plantas aqui listadas podem ajudar a ampliar nossa percepção de mundo e visão da realidade e de nossas consciências, e tudo isso devidamente dentro da lei. É claro que o uso de tais plantas deve ser feito por quem realmente conhece, sabe prepara-las e utiliza-las de forma consciente e segura.

Xhosa raiz do sonho

Tradicionalmente conhecida no sul do continente africano, a Silene Capensis, ou Xhosa, é utilizada em rituais de iniciação e de xamanismo do povo de mesmo nome da raiz. Transforma-se a raiz em pó, mistura-se esse pó com água e bebe-se o líquido em jejum, pela manhã. O efeito da xhosa não é sentido quando acordado, segundo seus usuários – somente em sonhos especialmente vívidos e proféticos.

Celastrus Paniculatus

 

Especialmente utilizada na medicina indiana, essa erva é conhecida como uma estimulante dos sonhos lúcidos e do intelecto, intensificando o foco mental e a memória. Segundo usuários, as funções cognitivas, concentração e clareza de pensamento são especialmente estimuladas com a inclusão de 10 a 15 sementes da Celastrus Paniculatus em seu regime diário.

Lótus Azul

Espécie de planta sagrada, celebrada por seus efeitos desde o antigo Egito, a Lótus Azul é utilizada há milênios como estimulante sexual, capaz de provocar estados de euforia e ampliação da consciência. A tradição recomendava mistura-la com água ou vinho, e ingeri-la.

Raiz de aspargo selvagem

Além de atuar como tônico respiratório e renal, essa raiz promete fazer seu usuário “voar” durante sonhos de forma consciente. Por isso ela desde sempre foi associada a jornadas rumo a outras dimensões. Segundo consta, a raiz também auxilia contra a ansiedade e o estresse.

Feijão africano do sonho

 

Original de Madagascar, Austrália e regiões da Ásia, o Feijão do Sonho serve para tratamento de pele e alívio para dores, especialmente para bebês em começo de dentição. Seu efeito mais celebrado, porém, é o utilizado em cerimonias tradicionais na África do Sul, de indução de sonhos em estado lúcido, através dos quais, segundo consta, o usuário conseguiria se comunicar com outros mundos.

Tarragon Mexicano

Também conhecida como Mexican Marigold, essa planta possui funções aromatizantes na culinária. Quando fumada, ingerida em infusão de um chá ou utilizada como incenso, porém, ela teria a propriedade de induzir sonhos lúcidos. Seu uso é muito ligado às celebrações pelo tradicional Dia de Los Muertos, no México.

Artemísia

 

Utilizada em diversos países para tratamentos digestivos diversos, a Artemísia também é uma erva do sonho. Quando fumada, ingerida em chá ou queimada como incenso, ela é capaz de provocar sonhos lúcidos que, segundo seus usuários, oferecem sentidos profundos e significativos sobre nossos inconscientes.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it