O que aconteceu quando ela decidiu não dar passagem aos homens na rua por uma semana

Publicidade Anuncie

Sabe quando você está caminhando na rua e uma pessoa vem na outra direção e bate de frente com seu corpo? Aquele tipo de situação em que a pessoa sequer tentou desviar seu curso para não se chocar, porque simplesmente assumiu que quem deveria alterar a trajetória era VOCÊ!

Pois bem, esse fenômeno vem sendo chamado de manslamming. O termo, que mistura as palavras “homem” e “bater”, em inglês, foi cunhado pela ativista Beth Breslaw, que diz que os maiores praticantes desse péssimo hábito são os homens.

Com apenas 1,55 metro de altura, Kim Truong decidiu fazer um experimento para comprovar essa teoria: ela ficaria uma semana sem dar passagem para homens nas ruas de Nova York (EUA). Sendo uma mulher de estatura baixa e de origem asiática, ela escreveu em um artigo para o Refinery 29 que sofre ainda mais com a situação, pois as mulheres asiáticas costumam ser tidas como mais submissas.

Durante o período, ela só recebeu três encontrões, bem menos do que esperaria. Em um artigo escrito para o site, ela comenta situações inusitadas enfrentadas durante a semana, como um homem branco mais velho que sinalizou para que ela saísse do seu caminho e ficou irritado quando isso não aconteceu. Em compensação, uma das esbarradas foi feita por outra mulher, que sequer olhou para Kim.

Ao final do experimento, ela comenta que ficou surpresa ao ver como a maioria dos homens estava disposta a sair do seu curso para que ela passasse quando percebiam que ela não lhes daria passagem. Quem topa fazer um teste assim aqui no Brasil?

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it