[VÍDEO] Assédio sexual na plateia faz cantor interromper o show e reprimir abusador

Publicidade Anuncie

Se quase sempre o mundo parece ir de mal a pior, volta e meia ele nos oferece sinais de que em alguns aspectos as coisas podem estar melhorando, e que certas transformações estão enfim começando a se cristalizar na cabeça e no comportamento das pessoas. Cada vez mais vem, por exemplo, cantores e bandas interromperem suas apresentações para recriminar e até mesmo expulsar alguém que esteja abusando de uma mulher na plateia – e foi o que aconteceu em um show recente da banda inglesa Architects.

Mesmo em um contexto predominantemente masculino, o vocalista Sam Carter foi bastante aplaudido quando decidiu recriminar contundentemente uma pessoa da plateia que havia apertado os seios de uma garota que fazia crowd surfing – o ato de se jogar sobre a plateia e ser carregada pela multidão. “Eu não vou apontar o merda que fez isso, mas eu vi você apertando o peito dela. É nojento e essa merda não pode mais acontecer”, disse Carter.

Não é o seu corpo, e você não pode simplesmente pegar em alguém. Não no meu show”, ele continuou, para delírio da plateia. Por fim, ele “convidou” as pessoas que quisessem fazer isso que fossem embora e não mais voltassem.

Já passou da hora daquilo que obviamente inaceitável se tornar também impraticável, e a invasão e violação do corpo alheio, em qualquer contexto, é um dos mais graves casos – a fim de que, em um futuro próximo, essa mudança se torne uma nova e melhor normalidade.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it