Suécia cria espaço público para conexão entre refugiados e moradores locais

Publicidade Anuncie

A questão dos refugiados na Europa possui várias camadas, e uma das menos faladas porém mais efetivas na vida cotidiana dessas pessoas é o isolamento, tanto cultural quanto emocional e físico. Para ajudar os refugiados que estão ou chegam à cidade de Malmo, na Suécia, e integrar essas pessoas à realidade dos locais, promovendo o encontro entre refugiados e nativos suecos, as autoridades locais encomendaram um pavilhão especial de convívio e eventos.

 

Batizado de “Casa do Povo”, o projeto vencedor veio de um escritório internacional, que ficará responsável pelo design e a implementação do pavilhão. O espaço oferecerá treinamentos, conexão com ONGs locais, e a oportunidade de convívio entre os refugiados e os suecos, local para cursos, oficinas, shows e apresentações, debates, serviços de emprego e pontos de encontro.

 

Manifestação de boas vindas aos refugiados na cidade de Malmo

O pavilhão será temporário, e funcionará de 22 de agosto até 02 de setembro. O projeto, porém, prevê que a estrutura seja facilmente desmontável e remontada em outro lugar. Mais do que o pavilhão propriamente, o espírito do gesto merece ser reproduzido em todos os países que recebem refugiados – inclusive aqui, no Brasil.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it