Como ratos estão ajudando a cuidar de filhotes de gato recém-nascidos

Publicidade Anuncie

A história que vemos no Brooklyn Cat Cafe é bem diferente dos desenhos animados. Por lá, não há nenhuma rivalidade entre Tom e Jerry, mas sim uma imensa amizade entre gatos e ratos. Dois roedores ajudam a equipe do café a tomar conta dos filhotes de gatos resgatados que vivem no local.

Segundo o Huff Post, essa amizade incomum começou há dois anos, quando um dos gatinhos foi diagnosticado com o vírus da leucemia felina. Para não transmitir a doença aos outros animais, o filhote foi separado do grupo e a equipe do café decidiu que ele precisava de companhia, o que foi resolvido com a adoção de Ivory, o primeiro rato a “trabalhar” no café.

Com o falecimento do roedor há alguns meses, dois novos ratinhos foram adotados pela equipe: Remy e Emile. Eles são responsáveis por cuidar de gatinhos órfãos com menos de oito semanas, que são separados dos outros felinos até que tenham todas as vacinas completas. Por serem ainda filhotes, os gatos não assustam os roedores, que costumam limpá-los e brincar com eles.

Todas as fotos © Brooklyn Cat Cafe

O Brooklin Cat Cafe é organizado por voluntários e todos os gatos que vivem no local estão disponíveis para adoção, embora os ratos sejam residentes permanentes, de acordo com o Distractify. Para evitar qualquer incidente, os animais também brincam sempre sob supervisão atenta da equipe.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it