O que esse artista encontra na praia é incrível, surpreendente e trágico ao mesmo tempo

Há quatros anos se dedicando a recolher lixo nas praias de Cornwall, no sudoeste da Inglaterra, Rob Arnold dificilmente se surpreende com a quantidade de plástico que pode ser encontrada na areia. Mas até alguém experiente como ele ficou atônito com o que estava acumulado em Tregantle.

Rob saiu para uma missão da Rame Peninsula Beach Care e encontrou tanto plástico que mais parecia um grande lençol de conchas. Depois de várias horas de trabalho, ele e alguns colegas retiraram nada menos que 35 sacos de lixo da praia! Entre o material estavam milhares de peças de Lego.

Em 1997, um navio que carregava um contêiner cheio dos brinquedos com destino aos EUA foi atingido por uma onda gigante. Já faz 20 anos, mas várias peças ainda são encontradas nas praias de Cornwall. O problema maior é que, além do Lego, Rob e seus colegas encontraram muito mais lixo, provavelmente jogado nos oceanos há pouco tempo.

Rob tem 59 anos e vem se dedicando à limpeza das praias desde os 55. Para chamar atenção para o problema, ele criou uma máquina capaz de separar resíduos da areia e das algas. Depois, Rob os categoriza e cria espécies de esculturas para mostrar a gravidade do descarte de plástico nos oceanos.

De acordo com a ONU, o plástico corresponde a 80% do lixo encontrado nos oceanos. Cerca de oito toneladas são lançadas nos mares todos os anos, causando problemas para vários animais que ingerem o material. Aves, tartarugas e peixes podem morrer por causa disso, e estima-se que, em 2050, haja mais plástico do que peixes no oceano.

Todas as fotos © Rame Peninsula Beach Care

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it