Ela se uniu a outras mulheres e encontrou uma forma inusitada de protestar contra fotos não solicitadas de pênis

Antigamente, as mulheres interessadas em ver fotos de pênis precisavam buscar as imagens por aí – seja no mundo real ou no virtual. De uns tempos para cá, porém, os homens parecem ter acreditado que toda e qualquer mulher gostaria de receber uma foto do seu próprio pau. Só isso explicaria a quantidade de fotos de órgãos genitais masculinos recebidas por mulheres que não tem nenhum interesse em vê-las.

Se isso não parece uma realidade para você, é bom conhecer essa incrível exposição, que recebeu o nome de I Didn’t Ask For This (“Eu não pedi isso“, em inglês). Criada pela artista e ativista Whitney Bell, a mostra reúne mais de 150 fotos de caralhos não solicitadas. Muitas das imagens expostas foram recebidas pela própria Whitney, enquanto outras chegaram sem aviso aos smartphones de amigas suas, através de redes sociais e aplicativos de encontros.

A exposição acontece em um ambiente extremamente familiar, que lembra uma casa. A ideia é justamente mostrar o espaço e o contexto em que as fotografias não solicitadas de pênis são recebidas. Geralmente, por mulheres que estão apenas usando as redes sociais sem nenhuma intenção de ver um caralho na frente – e acabam sendo assediadas em seus próprios lares.

As fotos NSFW são acompanhadas pelo trabalho de outras 30 artistas que exploram a condição feminina. Whitney deixa claro, no entanto, de que não se trata de um “pornô de vingança”, mas sim uma maneira de expor assediadores que acreditam ter o direito de mostrar o pinto para qualquer pessoa – seja online ou offline.

Infelizmente, a exposição terminou no início do mês – mas as fotos de pênis da mostra ficam para sempre. Elas estão disponíveis no site A Lifetime of Dick Picks (“Uma vida em fotos de pinto”, em tradução livre) – e você confere algumas abaixo.

Todas as fotos: Reprodução

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it