O corpo nu se une ao bordado no incrível trabalho fotográfico da brasileira Aline Brant

Sempre interessada em aprimorar sua técnica, a fotógrafa Aline Brant, nascida em Macaé, no Rio de Janeiro, fez diversos cursos para explorar toda a capacidade criativa. Foi durante um deles, dedicado a intervenções analógicas, que ela teve uma ideia capaz de levar seus trabalhos a um outro nível: adicionar o bordado à fotografia.

O encontro aconteceu em 2014, durante um curso que tinha como foco métodos de intervenções analógicas em fotografia. A tutora Carine Wallauer estimulou os alunos a testar técnicas como aquarela, colagem e costura. Aline nunca tinha feito um bordado em tecido – e continua sem ter feito -, mas descobriu que ele combinava e muito com suas imagens.

A artista disse ao Hypeness que vê algo de espiritual nas linhas, especialmente por sua capacidade de ligar coisas. Com experiência com crochê, tricô e costura, ela passou a pesquisar sobre o bordado e hoje cria seus próprios pontos para poder aplicar no papel fotográfico, já que os pontos tradicionais exigem a flexibilidade do tecido.

Desde então, a fotógrafa vem se aperfeiçoando na técnica, o que a permitiu criar lindas obras aplicando o bordado a fotografias P&B e coloridas. “Me identifico muito com flores e folhas e gosto de bordá-las. Já faço os retratos pensando no que fazer com o bordado, fico viajando e pensando em como fazê-lo conversar com a imagem”, conta.

Ela conclui dizendo sentir uma ótica criativa no bordado, e acha que ainda tem muito o que explorar dentro da técnica. Ainda bem, não é?

Gostou? Você pode acompanhar o trabalho da Aline em seu site, Instagram ou Facebook!

Todas as fotos © Aline Brant

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it