Casal dá lição de amor e adota mais de 88 crianças com deficiência ao longo da vida

O casal Camille e Mike, de Ellijay, na Geórgia, Estados Unidos, se conheceu em 1973, quando ambos trabalhavam em um hospital em Miami, ela como enfermeira e ele como médico pediatra.

Em 1975 se casaram, e Camille contou ao noivo seu maior desejo: ajudar crianças com deficiência que eram abandonadas pelos pais“Quando Mike me pediu em casamento, eu disse a ele que queria fazer uma casa para crianças com deficiência e ele disse: ‘Eu quero seguir seu sonho‘”, contou à CNN.

A primeira adoção foi feita em 1986, e desde então o casal não parou. Nos últimos 40 anos, adotaram mais de 88 crianças com as mais diversas deficiências, desde Síndrome de Down e autismo até outras que nasceram com sérios problemas congênitos e deformações no cérebro. Trinta e duas não sobreviveram.

O casal, que teve três filhas biológicas, passou por diversas dificuldades ao longo dos anos, como quando moravam na Carolina do Norte e perderam a casa por conta de um furacão. Mas nunca desistiram das adoções, chegando até mesmo a criar um instituto, a Fundação Sonho Possível, que ajuda crianças deficientes e suas famílias com educação e treinamento profissional.

Mike faleceu em 2016, logo após seu aniversário de 73 anos, vítima de um câncer agressivo. Mas Camille, hoje com 68 anos, continua com o projeto do casal, e atualmente 20 crianças ainda vivem com ela.

Todas as fotos © Reprodução Facebook

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it