A primeira Japan House do mundo fica na Avenida Paulista

No coração de São Paulo, em plena Avenida Paulista, ganhamos um cantinho do Japão. O novo Centro Cultural Japan House, que inaugurou em maio deste ano, é pioneiro no Brasil e está prestes a inaugurar também outras unidades em Londres e Los Angeles. A iniciativa global do governo japonês quer levar cultura, modos de viver, tecnologia e os negócios de um país que enxerga o futuro brilhante sem abrir mão do seu glorioso passado.

Se antes a capital paulista só tinha o famoso bairro da Liberdade para nos fazer sentir na terra do sol nascente, agora as opções ampliaram. São três andares que oferecem mostras e performances artísticas, seminários, conferências e workshops, além de moda, design e um delicioso restaurante japonês. E ainda: um café bar para os visitantes apreciarem a culinária de doces e chás japoneses mesclados com quitutes brasileiros.

Todo projeto arquitetônico é assinado por Kengo Kuma.

Sobre as maravilhas do Japão entendemos pouco. Por isso o Hypeness esteve na estreia para imprensa e convidados e conferiu a mostra “Bambu – Histórias de um Japão”, que continua em exposição na casa. Aprendemos sobre as mil utilidades que esse material tem e por que é considerado o ingrediente secreto da cultura japonesa. São objetos culinários, utensílios agrícola e até brinquedos feitos 100% de bambu.

Encontramos também armas de resistência como a espada e a lança de bambu, confeccionada na Segunda Guerra Mundial, como última tentativa corajosa de resistir à um país devastado pela guerra.

Para ilustrar a relação prática e também espiritual com essa planta, que de tão onipresente, tornou-se imperceptível aos japoneses, a mesma exposição nos presenteou com a reprodução de uma floresta de bambu. Lá dentro foi possível sentir o cheiro da gramínea, deitar no chão sob um tatame e apreciar uma edição do filme “O Conto da Princesa Kaguya” do diretor Isao Takahata.

O filme é baseado na narrativa milenar japonesa “O Conto do Cortador de Bambu” sobre uma princesa que nasce de dentro do caule da planta. A produção é do Studio Ghibli (Tóquio), uma das referências mundiais em cinema de animação.

Já sobre arte contemporânea, o Japão se mostrou na majestosa instalação feita apenas de trançados de bambu, intitulada Conexão 2017, de Chikuunsai IV Tanabe. A obra comunicava  o piso e o teto da sala entrelaçando 5 mil tiras de bambu sem nenhuma estrutura complementar ou cola. O trabalho foi inspirado nos diversos cruzamento entre as pessoas em toda uma vida e sob a máxima de que os encontros são capazes de gerar e circular energia.

Se por um lado o Japão cultua e explora um material tão milenar quanto o bambu, por outro é considerado um dos líderes mundiais no desenvolvimento de novas tecnologias. O Hypeness também encontrou no Centro Cultural diversas inovações como o braço robótico que auxilia os humanos nas tarefas diárias ou ainda o calçado tradicional japonês que divide em duas partes os dedos dos pés a fim de ter uma pisada mais firme. No mesmo primeiro andar estava disponível uma biblioteca com dezenas de livros para mergulhar nas palavras e na história de um país curiosamente tradicional e inovador.

Para celebrar a inauguração da Japan House em São Paulo a iniciativa também contemplou, em parceria com o Auditório Ibirapuera, dois shows de grandes nomes da música japonesa: Ryuichi Sakamoto e Jun Miyak na plateia externa do Auditório.

A apresentação de Ryuichi contou com as participações dos artistas brasileiros Jaques Morelenbaum e Paula Morelenbaum, misturando um repertório que inclui Bossa Nova. Já Jun fez sua estreia no Brasil acompanhado pelo grupo Cosmic Voices, da Bulgária e pelo brasileiro Bruno Capina.

Seja na precisão de seu artesanato ou na obsessão envolvida nos processos de produção de seus artistas contemporâneos, o Japão se destaca em tudo que faz”, segundo Marcello Dantas, curador e diretor de programação, o Japão é dono de uma das culturas mais visuais do mundo. Depois de visitar o primeiro Japan House do mundo em plena Avenida Paulista, nos despedimos dessa experiência contemporânea com gosto de quem mistura passado e futuro sem se perder do presente.

Todas as fotos © Divulgação / Marina Coelho

*Surpreendente e inovadora, a JAPAN HOUSE abriu em São Paulo como ponto de difusão de todos os elementos da genuína cultura japonesa. Um lugar de encontro, de intercâmbio cultural, de lazer e de grandes oportunidades para os visitantes mergulharem em uma das culturas mais ricas dos nossos tempos.

No Hypeness, nos batemos pela diversidade e pela troca e é por isso que decidimos nos unir a esta celebração da cultura japonesa, em um canal que mostrará o melhor do Japão contemporâneo e que certamente será um ótimo aperitivo para todos quantos decidirem conhecer este espaço no coração de São Paulo.

Você também pode seguir as novidades da Japan House pelo Facebook ou Instagram.

Comentários

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it