‘Mande mais vinho’, diz esta placa de mais de 2 mil anos descoberta por cientistas

Mudam-se as tradições, os poderes, as liturgias, as mitologias, as comemorações, as festas, mas, ao longo dos milênios, uma coisa não muda: o medo de acabar a bebida. Desde no mínimo ano 600 a.C. que se sabe que, sem vinho, não há festa. Uma mensagem registrada em um óstraco – pedaço de cerâmica utilizado antigamente para registrar informações – foi recentemente decifrado, e uma das mensagens dizia um pedido que é até hoje repetido mundo a fora: “Mande mais vinho”.

A peça foi encontrada em 1965, mas só uma parte havia sido traduzida até então. Pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel – região onde o artefato foi originalmente encontrado – descobriram no verso da peça essa outra mensagem, que havia se tornado invisível e, através do uso de tecnologia multiespectral, puderam ler o pedido, entre singelo e desesperado, do soldado hebreu Hananyahu para seu amigo Elyashiv.

Há, na mensagem, outros comentários sobre bebidas alcoólicas, e a afirmação de que Hananyahu irá ajudar o amigo no que for preciso. Não houve confirmação de que se a promessa do soldado foi papo de bêbado, nem se Elyashiv de fato levou mais vinho – ou, como também é comum até hoje, apareceu de mãos vazias para a festa.

© fotos: divulgação

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it