Essa startup só contrata pessoas com mais de 55 anos para combater discriminação por idade

Há quem diga que pessoas mais velhas são lentas e não têm muita familiaridade com a tecnologia. Chung Eunsung, um empresário sul-coreano, discorda totalmente. Para tomar uma ação concreta contra o preconceito em seu país, ele fundou uma startup em que todos os funcionários têm mais de 55 anos.

A idade mínima para aposentadoria na Coreia do Sul é de 60 anos, mas muitas empresas “obrigam” os contratados a deixar de trabalhar mais cedo. Segundo uma pesquisa da Statistics Korea, 82% das pessoas com idades entre 20 e 50 anos e preocupam com a possibilidade de uma aposentadoria prematura e forçada.

Os funcionários da EverYoung (“Sempre Jovem”) estão sempre dispostos a contrariar a visão que se tem das pessoas mais velhas. Eles trabalham todos os dias fazendo monitoramento de conteúdo no Naver, um equivalente do Google no país. Eles também são treinados em outras funções da Tecnologia da Informação e até dão aulas de programação para crianças de vez em quando.

A equipe faz turnos de 4 horas diárias, e a cada 50 minutos de trabalho faz intervalos de dez. acha que isso é sinônimo de improdutividade? Que nada. Segundo Chung Eunsung, seus funcionários são mais focados nas atividades e não se distraem tão facilmente quanto os mais jovens.

O empresário fez um teste com 30 empregados para começar o negócio em 2013. Hoje, são 420, divididos em quatro escritórios pelo país. “A Coreia está envelhecendo de forma acelerada. Acredito que a participação de pessoas mais velhas na verdade revitaliza nossa economia, além de dar mais sentido às suas vidas”, comentou.

Todas as fotos © Channel NewsAsia

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it