Vídeo tocante alerta para problema global: crianças que vão com fome pra escola

Se para muita gente aquela fominha da tarde já atrapalha a concentração, imagine ir à escola sem ter se alimentado direito? Infelizmente isso ainda é realidade para incontáveis crianças no Brasil e no mundo, inclusive em países considerados ricos. Para chamar atenção para o problema, o governo da Noruega abordou o tema de forma emocionante.

No comercial publicado na página do Diretório para Assuntos da Infância, Juventude e Família, um menino pega sua lancheira na hora do intervalo e percebe que não tem nada para comer. Envergonhado, pede para beber água enquanto os colegas se alimentam. Na volta, é surpreendido pela solidariedade das outras crianças, que compartilharam seus alimentos para que ele não ficasse com fome.

O vídeo já foi visto mais de 4 milhões de vezes na página do governo norueguês, mas, ao ser repostado pela Everything About Science, ganhou alcance mundial, chegando perto de 130 milhões de visualizações, com comentários de gente de todo o mundo relatando ter se identificado com a situação.

No Brasil, o IBGE concluiu que em 2013 7,2 milhões de pessoas se encontravam em situação de insegurança alimentar – ou seja, sob risco de não ter condições financeiras para comprar comida. Desse número, 2,7 milhões era de crianças e adolescentes.

Criado em 1955, o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) tem como objetivo garantir que todos os alunos de escolas públicas, filantrópicas ou de entidades comunitárias recebam merenda diária, já que a relação entre segurança alimentar e rendimento escolar é conhecida há décadas. Como se sabe, entre o papel e a realidade há um grande vácuo, e há quem não se envergonhe de desviar fundos que garantiriam a comida na mesa de crianças para o próprio bolso.

Todas as imagens: Reprodução/Governo da Noruega

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it