Argentina cria versão feminista de Despacito no ukulelê

Talvez você não aguente mais ouvir a música Despacito, do porto-riquenho Luis Fonsi. Mesmo assim, essa versão criada pela ativista feminista e locutora de rádio argentina Natalia Maderna merece ser escutada.

Ao lado de sua filha Catalina, de um ano, e munida de um ukulelê, Natalia fez uma versão feminista da música para dar voz ao movimento Ni Una a Menos. A letra da canção foi composta pelas mulheres da Associação de Trabalhadores do Estado (ATE) para as marchas contra a violência de gênero que ocorreram na Argentina no início do mês.

O vídeo foi publicado pela ativista no Youtube no dia 1º de junho (veja o original aqui) e se tornou viral nas redes sociais. Hoje à tarde, a página Quebrando o Tabu criou uma legenda em português para a música e publicou em sua página do Facebook.

Ouve só:

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it