O que aconteceu com o cãozinho que reprovou em treinamento de polícia por ser dócil demais

Nem sempre nós estamos preparados para as tarefas que nos designaram. Um ótimo exemplo disso é o cãozinho Gavel, que estava destinado a ser um cão policial. O bichano foi o único de uma turma de 40 cachorros a ser reprovado no treinamento da polícia, porque foi considerado “dócil demais” para a tarefa. Mas o destino tinha um plano melhor para ele.

Desde fevereiro deste ano, Gavel foi promovido ao recém-criado cargo de Primeiro Cão Vice-Regente do Governo de Queensland, na Austrália, segundo noticiou o Brisbane Times. A personalidade brincalhona do animal conquistou a todos desde o seu treinamento na polícia. Mesmo que não se adequasse ao perfil esperado de um cachorro policial, Gavel nunca deixou dúvidas sobre suas habilidades sociais.

Hoje, ele acompanha o governador Paul de Jersey em coletivas, participa de reuniões ao seu lado e também é responsável por receber grupos de visitantes. Quando não está trabalhando, Gavel aproveita para passear na propriedade do governo e mostrar todo seu charme à equipe que trabalha no local.

Ah, ele também se tornou uma estrela involuntária no Instagram do Governo de Queensland.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it