Esta cantora surda é a prova de que você nunca deve desistir dos seus sonhos

Se em um primeiro instante Mandy Harvey parece simplesmente mais uma concorrente tentando provar seu talento no programa de jurados America’s Got Talent, rapidamente é possível perceber que há algo de incomum em tal cena: sorridente com seu ukulele nas mãos, Mandy é questionada pelo jurado Simon Cowell quem seria aquela pessoa que, de fora do palco, parecia pronta a lhe acompanhar em seu número. Mandy responde que aquela é sua intérprete – descobre-se então que a cantora a tomar o palco é surda.

America's Got Talent - Season 12

Mandy perdeu sua audição aos 18 anos, por conta de uma doença, mas ao invés de desistir da música – e, logo, de toda sua vida até ali, visto que ela cantava desde os 4 anos de idade – ela decidiu apostar em sua memória muscular e sua afinação. Utilizando a vibração do som (e é por isso que ela se apresenta descalça, para sentir o tempo e as batidas da canção) e referências visuais de afinação, ela simplesmente seguiu cantando, apesar de simplesmente não mais escutar. E o resultado é impressionante.

Ainda que o sentido de superação de sua apresentação dê à cena o componente emocional que torna as lágrimas inevitáveis, para além disso a apresentação de Mandy é de fato incrível, tanto na qualidade da canção – de sua autoria – quanto, pasmem, em sua bela afinação e voz. Mandy cantou a canção “Try” (Tente), que escreveu depois de tomar a decisão de não desistir por conta de sua condição.

Mandy2

Mandy1

Se a música é uma forma de arte naturalmente capaz de levar o maior dos cínicos aos prantos mais sinceros, nesse caso emocionar-se não é opcional para se ter certeza de que há um coração batendo no peito de quem vê a comovente e linda apresentação.

Mandy3

© fotos: reprodução

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it