Estudantes usam batom em apoio a aluno repreendido por coordenação de escola

Diego Archanjo, de 17 anos, é um aluno do pré-vestibular do Sistema Elite de Ensino, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e na semana passada decidiu ir à aula usando batom. Alegando que o jovem poderia ser alvo de preconceito e chacotas de outros alunos, ele foi repreendido pela coordenadora da escola.

O adolescente desabafou sobre o caso nas redes sociais e, ao contrário do que a coordenadoria da instituição acreditava que poderia acontecer, o jovem recebeu total apoio dos colegas. Dezenas de estudantes do colégio – meninos e meninas – organizaram um protesto usando batom vermelho para não deixar dúvidas sobre o quanto não se incomodam com o uso do cosmético pelo colega.

diego01

Nas redes sociais, estudantes de outras unidades do Sistema de Ensino Elite também entraram no movimento usando a hashtag #BatomPodeHomofobiaNão. Jovens de todos país se solidarizaram com a causa e postaram nas redes suas fotos usando batom dentro das salas de aula.

batom_menor

Veja alguns dos tuítes publicados abaixo:

É preciso que as pessoas passem a ter consciência de que é preciso punir àqueles que têm atitudes de opressão e não aos oprimidos. Caso contrário, perpetuaremos por muito tempo a cultura de que a culpa é sempre a da vítima – o que queremos deixar bem claro: não é verdade.

* Imagens: Destaque

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it