A história de amor que inspirou o último livro de Tolkien vai partir seu coração

O último livro de JRR Tolkien está prestes a ser lançado, mais de 40 anos após sua morte. A obra foi resgatada graças ao intenso trabalho de memória do filho do escritor, Christopher Tolkien, hoje com 92 anos.

O lançamento de Beren and Lúthien esconde uma linda e verdadeira história de amor: a do próprio Tolkien e sua esposa, Edith Mary Tolkien. Segundo o Washington Post, o autor de O Senhor dos Anéis teria se apaixonado pela esposa quando tinha apenas 16 anos. Ambos eram órfãos e o guardião de Tolkien não havia deixado que eles se casassem – o que finalmente ocorreu oito anos depois.

Pouco após o matrimônio, outra notícia viria a separar novamente o casal. Tolkien foi mandado para lutar na Primeira Guerra Mundial, de onde voltaria repleto de histórias. Antes de partir, no entanto, o escritor teria visto sua esposa dançar em um campo de flores brancas – cena que se repete em um momento crucial do livro.

Beren and Lúthien conta uma história de amor entre um homem mortal e uma elfa imortal que tentam roubar Melkor, o maior de todos os seres malignos. O toque pessoal dado à narrativa é tão forte que os nomes dos personagens estão gravados na lápide do escritor e na da esposa, ambas localizadas no Cemitério de Wolvercote, em Oxford, Inglaterra.

beren2

Fotos via

Segundo a BBC, a história teria sido concebida pelo escritor há 100 anos – prova de que uma verdadeira história de amor como essa resiste até mesmo ao passar do tempo! ♥

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it