O sexismo no universo das roupas infantis deu a esta mãe uma excelente ideia de negócio

Quando saía em busca de novas roupas para sua filha Maya, a norte-americana Sharon Choksi sempre voltava pra casa decepcionada com o que encontrava. Ou com o que não encontrava.

Eram diversas roupas justas, em tons de rosa e afins, cheias de brilho e algumas vezes até mesmo curtas demais. Foi quando resolveu criar sua própria linha de roupas, para que sua filha pudesse se vestir como bem entendesse, sem nenhuma imposição da sociedade.

E em 2013 nasceu a loja online Girls Will Be, com o principal objetivo de empoderar as meninas e dar liberdade de se vestirem como tiverem vontade. “Nós queremos que as garotas se sintam inspiradas, confiantes, e prontas para qualquer coisa quando estiverem vestindo suas roupas da Girl Will Be”, diz o site da empresa.

mom-creates-shorts-clothing-girls-will-be-sharon-choksi-8

mom-creates-shorts-clothing-girls-will-be-sharon-choksi-17

mom-creates-shorts-clothing-girls-will-be-sharon-choksi-16

Hoje, Sharon faz o maior sucesso com sua marca, vendendo roupas que ficam entre um meio termo das roupas para meninas e das para meninos das lojas em geral. Nem muito curtas, mas também nem grandonas demais. Apenas roupas confortáveis para crianças, como sempre deveria ser.

mom-creates-shorts-clothing-girls-will-be-sharon-choksi-6a

Sharon compara as roupas de outras lojas com as da sua marca

mom-creates-shorts-clothing-girls-will-be-sharon-choksi-18

mom-creates-shorts-clothing-girls-will-be-sharon-choksi-1

Imagens © Girls Will Be

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it