Para romper estereótipos e combater ‘poverty porn’, africanos postam lindas imagens reais de suas vidas

Quando a mídia se propõe a falar sobre a África, geralmente o que vemos são histórias tristes de pobreza, fome e exploração sendo mostradas. Obviamente, estas são realidades que assolam o continente, mas que também se encontram em todas as partes do mundo. Para combater estes estereótipos e mostrar que a África também tem muitas coisas boas, africanos de diversas nacionalidades estão usando as redes sociais.

Através da hashtag #TheAfricaTheMediaNeverShowsYou as pessoas estão usando o Twitter para compartilhar detalhes culturais de seus países, algumas das paisagens mais incríveis do continente e até mesmo curiosidades políticas, como o fato de três chefes de Estado africanas serem mulheres. O movimento surgiu em 2015 e continua ativo.

O incrível lago rosa no Senegal

A proposta de usar a hashtag é mostrar que pode sim existir muita pobreza na África, mas há também muitas questões culturais, sociais e políticas que são completamente ignoradas pela mídia ao redor do mundo. Mostrar que a África é um continente diverso é também uma questão importante para a representatividades das diversas nações que o compõe.

Espia só algumas das mensagens postadas na rede social:

A África tem 3 mulheres chefes de Estado.

As praias do Quênia famosas mundialmente.

Vários campus universitários na África.

Transformação dos hospitais governamentais no Quênia

O novo álbum do cantor etíope Teddy Afro intitulado “Etiópia” ficou em 1º entre os álbuns do mundo no Billboard

Uma mulher Habesha tocando um kirar durante o Natal Ortodoxo

Destruindo o estereótipo: nós não falamos “africano”

O melhor do Quênia

Desfile de chapéus extravagantes. Regents School, Abuja, Nigéria.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it