Mulher mostra o que aconteceu após ficar 1000 dias livre de heroína

A heroína é uma droga extremamente destrutiva e viciante. Tanto que deixa-la para trás é um desafio enorme para os usuários. Mil dias após injetar pela última vez, esta mulher decidiu publicar fotos do antes e depois para celebrar e incentivar outras pessoas que possam ter vontade de parar, mas não conseguem.

my1neja3jzxy

Através do nome DisregardThisOrDont, ela publicou as imagens no Reddit, além de ter descrito um pouco de sua história e respondido comentários sobre o assunto:

Ok, sei que já compartilhei a história da minha recuperação antes, mas 1000 dias é um marco para qualquer nessa situação e quero comemorar. Bem, não são exatamente mil dias desde a última vez que usei heroína, mas um pouco mais. Pessoalmente, acho que meus 36 dias na prisão e o tempo na clínica de reabilitação são “trapaças”, então estou oficialmente celebrando os mil dias por conta própria.

Estou compartilhando fotos diferentes porque as originais causaram muito julgamento por eu ter postado a imagem de quando fui presa (o que foi bem desagradável) e uma selfie bonita e posada. Lado a lado elas tinham um efeito muito dramático.

Dessa vez quero compartilhar uma foto “inocente” de quando fui comer pizza com minha mãe enquanto estava em abstinência e uma recente, celebrando meu aniversário junto da pessoa que amo. Sinto que essas duas representam melhor onde eu estava e onde estou.

Minha mensagem para aqueles que ainda estão passando por isso: nunca tenham medo de pedir ajuda. Nós te amamos. Nem todos vão entender por que você fez o que fez, mas te amamos e queremos ajudar. Por favor, nos permita. Nós não podemos ajudar até que você peça. Pedir ajuda é assustador pra cacete, mas morrer ou passar o resto da vida na prisão também é.

Nós te amamos. A ajuda nem sempre vai ser exatamente como você imagina, mas no fim das contas queremos você melhor. Nós te amamos. Queremos ajudar. Nos peça ajuda”.

Fotos que ela publicou antes às quais se refere no texto

Fotos que ela publicou antes às quais se refere no texto

A mulher, que não quis se identificar, atraiu a atenção de centenas de pessoas. Algumas delas duvidaram que a história fosse verdadeira (o que até a levou a postar uma reprodução do site da polícia informando sua pena), outras a parabenizaram pelo marco e várias compartilharam suas dificuldades para deixar para trás os vícios em outras substâncias, principalmente o álcool.

Quando alguém disse que ela parecia igual, só mudando o cabelo e a expressão facial, a mulher contou mais sobre a situação da primeira foto:

Você pode não conseguir ver a diferença, mas eu consigo. Na foto com o cabelo loiro eu estava miserável. Tinha acabado de deixar meu namorado, também um viciado, e estava em abstinência. Minha mãe me convenceu a comer pizza com ela, e estava tão feliz por me ver que tirou a foto. Lembro de trata-la muito mal, mesmo que ela só estivesse contente por ver a filha.

A esse ponto, eu vício tinha tomado conta de qualquer pensamento que me viesse à mente. Eu tinha cortado meu cabelo e passado tanta química que ele quebrava. Arranquei minhas sobrancelhas até elas quase desaparecerem e tinha feridas do tamanho de moedas.

Me isolei e quase não comia (adivinhem como estava magra). Lembro de nem conseguir olhar para a pizza e de pedir uma bebida alcoólica cara porque precisava parar de me sentir uma merda e porque não me importava, já que minha mãe pagaria.

A foto da direita é de uma pessoa totalmente diferente. É alguém que ama a si mesma. Deixei meu cabelo crescer, parei de me cutucar até sair sangue e, apesar de não estar tão magra como gostaria, estou saudável! Também é uma mulher comemorando o aniversário com sua pessoa amada que a viu no pior momento e que está tentando ser uma pessoa melhor.”

Todas as imagens: Reprodução

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it