Tudo que ela queria era a comida da mãe, que mora longe – e uma surpresa lhe esperava em um restaurante

O amor de mãe pode ser sentido não só nos grandes gestos, mas também nas memórias mais cotidianas, como o sabor de uma comida que somente nossa mãe sabe exatamente como fazer – e que nosso coração jamais esquece. Como homenagem de dias das mães, a Supergasbras realizou o experimento Inove no menu – tempero de mãe, com Manu, uma cearense de 23 anos que mora em São Paulo, longe de Dona Dalva, sua mãe, que mora em Fortaleza, para falar da saudade de quem justamente vive distante.

Mae1

Manu havia comentado o quanto sentia falta do assado de panela que só sua mãe sabe fazer. Sua amiga Lívia serviu de cumplice, levando Manu a um restaurante para comer justamente um assado. Conforme foi provando o prato, a jovem foi se espantando com a semelhança entre os sabores – era como se estivesse novamente comendo a comida de sua mãe. Até a maçã no salpicão estava na receita do restaurante.

Qual não foi a surpresa de Manu, quando a chef foi convidada à mesa para receber os parabéns dos clientes pela qualidade do prato, ao descobrir que ela tinha razão: quem tinha cozinhado seu almoço havia sido mesmo sua mãe – trazida de Fortaleza a São Paulo (quando viajou de avião pela primeira vez) para matar as saudades da filha.

Mae4

Mae3

A comida preparada por Dona Dalva sempre foi, ao longo da vida de Manu, um símbolo do carinho que a mãe oferecia, especialmente diante do quanto sua mãe trabalhava. Por isso a especialidade do momento, e a certeza de que o amor de mãe pode ser sentido das mais diversas maneiras – inclusive pelo estômago. Junto da comida, a maior fonte de energia do ser humano – que nos mantém vivos e de pé – é, afinal, o amor.

Mae5

© fotos: reprodução

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it