Garota enfrenta ódio neonazista com sorriso e coragem em imagem de luta e amor

Ainda que o mundo pareça cada vez mais mal da cabeça, com intolerâncias, preconceitos, violências e afins surgindo e ressurgindo como sinais de um verdadeiro apocalipse intelectual, emocional e humano global, volta e meia um gesto, uma imagem, um sorriso ou uma foto nos fazem retomar alguma esperança na humanidade. É o caso da fotografia de uma jovem escoteira, firme e feliz resistindo frente a uma marcha neonazista na República Tcheca.

Lucie2

Altiva, firme, feliz e superior, a escoteira Lucie se postou impassível ao redor dos cerca de 300 manifestantes – a palmos de distância de um deles – do Partido Trabalhista da Justiça Social, uma organização de extrema direita com orientação neonazista, no último 01 de maio. O registro, tirado pelo fotógrafo Vladimír Cicmanec, rapidamente viralizou na internet, tornando-se símbolo da proposta de uma resistência alegre e festiva à marcha.

Lucie1

O slogan proposto pelos moradores de Brno, onde a passeata ocorreu, dizia: “Você não pode saudar os nazistas se está se divertindo”, e a proposta foi de que, no lugar de bloqueios ou enfrentamentos, as pessoas dançassem e cantassem em volta dos neonazistas que marchavam. E as jovens escoteiras e escoteiros da região se juntaram a essa resistência festiva.

Lucie3

Uma nota da Organização Mundial do Movimento Escoteiro esclareceu perfeitamente a intenção, e a contundente e emocionante força da imagem de Lucie, sua juventude, brilho e força diante da cinzenta e vazia expressão do neonazista à sua frente: “Pessoas de todas as idades, entre elas escoteiras, foram às ruas durante a marcha de extrema direita ontem, para expressar seu apoio a valores como diversidade, paz e entendimento. Criando um mundo melhor!”.

Basta olhar para a foto para se ter certeza, diante do triste homem ou da coragem de Lucie, qual mundo havemos de querer.

© fotos: Vladimír Cicmanec

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it