Moradores de comunidades usam fenômeno #FollowMeTo para convidar todo mundo a transformar as cidades

Você pode não reconhecer pelo nome, mas já deve ter visto uma foto no estilo “Follow me To” (“Me Siga”, em tradução livre). Trata-se daquela imagem, geralmente de um casal de mãos dadas, em que a pessoa da frente leva a de trás para algum lugar. No Brasil, a pose foi usada para uma campanha importante.

letreiro

O TETO, organização que há 10 anos batalha pelo direito de moradores de favela de terem moradias mais dignas, acaba de lançar a campanha Venha Transformar a Nossa Cidade, convocando voluntários para participar do fim de semana de Coleta, quando são arrecadados os fundos para bancar reformas ao redor do país.

Nas fotografias, feitas por Paulo Barros, os moradores convidam pessoas dispostas a ajudar a entrar nas comunidades para conhecer a realidade de quem vive por lá e fazer sua parte. De 5 a 7 de maio, mais de dez mil voluntários vão às ruas em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Salvador para fazer a coleta. E ainda dá tempo de participar.

mulher

Presente em 19 países da América Latina e Caribe, o TETO foi fundado por estudantes de arquitetura no Chile, em 1997, e chegou ao Brasil dez anos depois. Por aqui, já coordenou trabalhos em 115 comunidades, construindo mais de 3 mil casas emergenciais e reformando outras dezenas de milhares.

Quer ajudar? Entre no site do TETO e descubra como!

homem

Todas as fotos © Paulo Barros

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it