Essa espécie de lagarta come plástico e pode ajudar a resolver um dos grandes problemas do planeta

Todos os anos, nós descartamos cerca de um trilhão de sacos plásticos, de acordo com o Earth Policy Institute. Diversas soluções já estão sendo pensadas para resolver esse problema, mas a mais simples foi descoberta por acaso: uma espécie de lagarta capaz de se alimentar de plástico.

A larva da traça-do-favo-de-mel (ou “Galleria mellonella“) costuma se alimentar, como seu nome diz, de favos de mel. Mas uma cientista espanhola descobriu que o inseto também digere muito bem outro elemento abundante no mundo: plástico.

Federica Bertocchini é a bióloga por trás da descoberta inusitada. Ela costuma criar abelhas e, um dia, encontrou uma infestação de traças-do-favo-de-mel se alimentando do mel e da cera de suas colmeias. Para resolver o problema, reuniu as larvas e colocou-as em um saco plástico. Surpreendentemente, as mellonellas devoraram o material.

larva

Fotos © CSIC Communications Department

Foi aí que a luz verde acendeu na cabeça da bióloga e ela decidiu levar algumas amostras das lagartas para dois colegas da Universidade de Cambridge. Juntos, eles realizaram um teste em laboratório em que 100 larvas gulosas foram capazes de se alimentar 92 mg de plástico em apenas 12 horas. Em outro experimento, os cientistas usaram enzimas digestivas das traças em uma amostra de filme plástico e obtiveram o mesmo sucesso, comprovando que elas de fato estavam comendo o material.

Futuramente, a solução pode ser isolar essas enzimas buscando reproduzir seus efeitos em laboratório – o que parece bem mais sensato do que provocar uma infestação de mellonellas no mundo. As informações são da Superinteressante.

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it