A maravilhosa campanha que vai ajudar a reconstruir a casa de idosos que foi incendiada por assaltantes

No último final de semana, quando estavam a caminho de casa depois de uns dias em Bertioga, o casal Fidecino Artico, de 80 anos, e Adilce Breijão, de 79, recebeu uma ligação de um vizinho dizendo que a residência em que vivem, em Mauá, estava em chamas. Quando chegaram ao local acompanhados da filha Sandra – que também vive na casa – se depararam com uma cena desoladora. Depois de ultrapassar a barreira de vários caminhões de bombeiros e viaturas de polícia que isolavam a área, era possível ver o quanto a casa estava destruída.

Como diria Cássia Eller, parece mesmo que o mundo está ao contrário e ninguém reparou, pois o que havia acontecido ali era o seguinte: bandidos invadiram a casa, roubaram tudo de valor que conseguiram levar e, não satisfeitos com isso, decidiram atear fogo no resto. As únicas coisas que não foram destruídas foram as paredes, poucos eletrodomésticos da cozinha, alguns documentos e umas peças de roupas, mais nada. Aquilo que foi construído com o trabalho de uma vida foi transformado em cinzas.

queimada

E trabalho foi o que não faltou na vida do casal. Quando jovens, seu Fidel trabalhou por muitos anos uma indústria de aço e dona Dirce foi costureira. Após muitos anos ele decidiu ajudar a esposa e passou a vender as roupas que ela costurava. Depois empreenderam juntos abrindo uma loja de cerâmica e a tocaram juntos por uns 10 anos até o negócio falir com a era Collor. Então seu Fidel passou a vender peixe na rua e permaneceu assim por 25 anos. Faz apenas 3 anos desde que decidiu parar.

vovo_

Juntos desde os 18 anos de idade, por mais de 40 anos a ‘Vó Dirce’ e o ‘Vô Fidel’ viveram debaixo daquele teto. Ali criaram os três filhos – Edivaldo, Sandra e Rose – e ali foi onde brincaram os dois netos e no momento brincavam os três bisnetos. Agora a família precisa reconstruir o lugar, pois as boas lembranças permanecem por lá.

Foto-de-casamento

Como para cada pessoa do mal que vaga pelo mundo, existem milhares que fazem o que podem pelo próximo, o neto do casal, o publicitário Denis Peralta, criou uma campanha em um site de financiamento coletivo para mudar esta história. Quem quiser colaborar para que o Vô Fidel e a Vó Dirce a reconstruir sua casa basta clicar aqui e fazer sua doação.  As recompensas são as melhores já oferecidas: beijo da vó, beijo do vô e até beijo da tia.

Vai lá! Dá até pra parcelas a doação em 3 vezes no cartão!

www.catarse.me/casadavovo

Todas as imagens: Acervo pessoal

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it