As primeiras 4 palavras dessa menina que não falava até conhecer seu animal de terapia são pra lá de emocionantes

A pequena Amber e sua irmã gêmea nasceram prematuramente. Mas, enquanto a irmã passava bem, Amber não conseguia respirar. Para salvar sua vida, a menina precisou fazer uma cirurgia de emergência logo após o nascimento – e perdeu a capacidade de falar. Se não bastasse esse incidente, Amber também havia nascido com paralisia cerebral, o que dificultava seus movimentos. Mas a vida desta garotinha começou a mudar quando ela completou dois anos graças a uma inesperada amizade.

amber0

Na época, ela foi apresentada ao burro de terapia Shocks, que também não teve uma vida fácil. O animal havia sido encontrado com uma corda amarrada no pescoço e a pele coberta de lesões. Após ser resgatado, ele foi levado ao The Donkey Sanctuary, em Birmingham, na Inglaterra. No local, burros resgatados são treinados para se transformar em animais de terapia. E foi assim que estas duas histórias se cruzaram, em 2013.

amber2

Na época, Amber ainda não era capaz de falar. Porém, o contato com o animal foi intenso desde o princípio e sua mãe contou ao The Dodo que os dois eram muito gentis um com o outro. A saúde da menina melhorou com a companhia de Shocks e seus músculos se tornaram mais fortes. Assim que estava preparada, ela foi encaminhada a uma nova cirurgia para que pudesse começar a falar.

amber4

O que já parecia um grande avanço na vida da pequena, se mostrou ainda mais bonito graças às quatro primeiras palavras pronunciadas por ela: “Eu te amo, Shocky“. ♥ Hoje, a relação entre a menina e o burrinho já virou um livro inspirador que mostra a importância de animais de terapia na recuperação de pessoas de todas as idades.

amber5

amber3

Todas as fotos: Reprodução Facebook

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it