Província canadense aprova lei que proíbe empregador de exigir que suas funcionárias utilizem sapato de salto alto

O governo da Columbia Britânica, província canadense com mais de 4 milhões de habitantes, aprovou na última sexta-feira um projeto de lei que visa banir a obrigatoriedade da mulher usar salto alto no ambiente de trabalho.

Segundo a primeira-ministra provincial Christy Clarck, em alguns locais de trabalho as mulheres ainda eram obrigadas a utilizar sapatos de salto alto. “Nosso governo acredita que isso é errado, por isso estamos mudando esse regulamento para acabar com essa prática insegura e discriminatória”, disse à BBC.

salto2
Garçonete canadense que chegou a perder uma unha do pé por precisar trabalhar de salto 

O projeto aconteceu após Andrew Weaver, líder do Partido Verde, se mobilizar para modificar a Lei de Compensação de Trabalhadores, que até então dizia que o empregador poderia exigir o tipo de calçado que a empregada deveria utilizar.

Agora o novo regulamento, disponível até o fim de abril, estabelece que o calçado de trabalho seja “de design e material que permita o empregado a realizar seu trabalho com segurança, além de garantir que os empregadores não possam exigir algum calçado contrário a isso”.

Todas as imagens © Divulgação

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it