O jardineiro que vendeu papelão durante um ano em SP para se formar como paisagista

Não há esforço que impeça o jardineiro e paisagista Wallace Sinhorelli de lutar por seu trabalho e espaço, e nem dificuldade que o faça esmorecer. Por um ano Wallace vendeu papelão em uma carroça para conseguir pagar um curso no SENAI para oficialmente poder cumprir profissionalmente sua vocação: paisagismo. O curso custou R$ 420 e foi pago com o trabalho de Wallace com papelão.

Wallace2

Há nove ano o paisagista oferece seus serviços de porta em porta pela região de Vila Formosa, em São Paulo. Wallace, no entanto, garante que vai a qualquer parte da cidade que for chamado para trabalhar. Foi numa dessas portas que ele conheceu Gustavo Cirillo, que fez recentemente o post que viralizou sua história.

Como o post conta, depois de ter conseguido realizar o curso, Wallace enfrentou uma nova batalha: a casa onde morava, em uma favela na região da Penha, foi destruída em um incêndio. Ele, sua filha de 9 anos e sua mãe, de 96, tiveram então de se mudar para uma casa alugada, o que dificultou em muito o equilíbrio de suas finanças.

Wallace1

Daí surgiu o gesto de Gustavo ao postar a história, a fim de que oportunidades possam surgir para que Wallace possa simplesmente seguir em sua nobre luta, através do que pode oferecer de mais valioso: seu trabalho. O contato de Wallace está no post de Gustavo. Alguém aí em São Paulo precisando de um jardineiro ou paisagista?

Wallace3

© fotos: facebook

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it