Biblioterapia: uma tentativa de usar os livros para tranquilizar o espírito e melhorar a nossa vida

Qualquer leitor voraz sabe que a literatura de forma geral pode transformar de tal forma a vida de quem lê, que é como se muitas vezes os efeitos da leitura funcionassem efetivamente como um remédio. Pois uma clínica de tratamentos alternativos em Lisboa aposta literal e literariamente nisso, e acaba de abrir as primeiras consultas de uma terapia bastante específica e especial: a biblioterapia.

Basic CMYK

O nome ilustra exatamente ao que essa terapia se propõe: utilizar a literatura como meio para não só se descobrir o prazer que a leitura de forma geral nos traz – atuando assim em nossa vida como um todo – mas também como um caminho para questionar e responder nossas angústias. De cara, porém, o terapeuta precisa conhecer o quadro clínico do paciente, assim como seus hábitos de leitura. Uma consulta no The Therapist, o centro que oferece a biblioterapia, em Lisboa, custa cerca de 200 reais por pessoa.

 Biblio4

Parece uma terapia “moderninha” e nova, mas a verdade é que os efeitos da biblioterapia são estudados desde meados do século passado, e esse método vem sendo aplicado em hospitais, asilos, penitenciarias, para tratar desde simples angústias até pacientes crônicos – como um complemente ao tratamento médico de fato, evidentemente. O efeito da biblioterapia é mais forte e evidente em adolescentes.

Biblio5

Segundo especialistas, os principais efeitos diretos da leitura – e, consequentemente, seu sentido terapêutico – são o humor, o poder de identificação provocado no leitor, a projeção, a introspecção e o sentimento de catarse que um livro pode provocar. A partir disso, para alguém se tornar um bom biblioterapeuta, é preciso saber analisar o comportamento humano, os hábitos de leitura, além, é claro, de amar e pesquisar profundamente a literatura.

College student

Se a terapia especificamente funciona, só mesmo testando – mas o efeito terapêutico que um livro pode provocar é claramente inquestionável. Duvida? Então abra “O velho e o mar”, de Ernest Hemingway (o livro mais “receitado” pelo biblioterapeuta português César Ferreira) e se deixe transformar.

Biblio2

© fotos: divulgação 

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it