Carnaval terá apitaço contra assédio

Quando as amigas Lia Marques, Marina Gabos e Amanda Cursino se uniram para criar uma campanha contra o assédio durante o Carnaval em sua cidade, não imaginavam a repercussão que a atitude teria. A ideia surgiu após Lia presenciar pela janela uma cena de assédio contra uma mulher, durante o carnaval do ano passado em São Luiz do Paraitinga (SP).

A iniciativa foi de criar uma campanha para que as mulheres apitassem três vezes caso estivessem diante de uma situação de assédio durante a folia. O “Apito Contra o Assédio” criado por elas recebeu financiamento coletivo através da plataforma Catarse. Com o dinheiro arrecadado online, foram comprados mais de 1.500 apitos para serem distribuídos entre as mulheres durante o Carnaval na cidade.

apito1

As jovens não esperavam que a atitude atraísse a atenção e ganhasse o apoio de uma marca de cervejas. De olho na iniciativa, a Skol decidiu distribuir mais de 50 mil apitos para mulheres em blocos de carnaval pelo país“Nós fizemos um vídeo sugerindo o uso de um apito e soltamos a campanha na internet. A repercussão foi crescendo e muitas pessoas se engajaram. Quando a Skol nos procurou ficamos orgulhosas, é muito legal ter uma marca apoiando a nossa causa porque a ideia é espalhar isso pelo Brasil”, conta Lia Marques em comunicado à imprensa.

apito4

Os apitos estão sendo distribuídos pela empresa desde o último sábado, 18, junto com balões com mensagens que incentivam o respeito durante a folia. Os primeiros blocos a receber a iniciativa foram Toca um Samba Aí e Beleza Rara, neste final de semana, durante o Carnaval de São Paulo. Nos próximos dias, a campanha irá se espalhar pelo país, marcando presença nas comemorações em Florianópolis, Salvador e Recife.

apito3

Fotos: Divulgação

apito2

apito8

apito6

Fotos: Felipe Panfili/Divulgação

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it