‘Dia sem Imigrantes’: o que aconteceria com os EUA sem eles?

Em 2004 o diretor mexicano Sergio Arau lançava o longa “Um Dia Sem Mexicanos”. O filme conta sobre um estranho fato fictício que ocorre na Califórnia: da noite para o dia, um terço da população simplesmente some. Todos os 14 milhões de desaparecidos têm em comum as raízes hispânicas: são policiais, médicos, operários e babás que garantiam o bem-estar dos americanos. Enquanto autoridades procuram explicações para o caso, os californianos começam a perceber a importância dos antes desvalorizados ‘chicanos’.

Pois na vida real, as medidas de Donald Trump contra imigrantes nos Estados Unidos motivaram uma amostra do que ocorre no filme. Em toda a nação, milhares de manifestantes participaram do “Dia Sem Imigrantes” nesta quinta-feira (16). Enquanto alguns participaram de protestos nas ruas, outros faltaram ao trabalho e não foram à escola. O movimento foi lançado na esperança de ressaltar como os migrantes constituem a força vital da economia e da sociedade do país.

la-na-day-without-immigrants-20170216
‘Hoje estamos fechados em apoio ao protesto ‘Dia Sem Imigrantes’

Muitos donos de lojas e restaurantes em Atlanta, Detroit, Washington, D.C., Filadélfia, Austin, Texas e outras grandes cidades dos EUA, juntaram-se ao protesto fechando suas portas em uma demonstração de solidariedade com seus trabalhadores. Em muitos lugares, os imigrantes foram às ruas para demonstrar seu papel na economia do país.

58a5b8d801fe5877368b48b4-2200

Os organizadores pediram aos residentes legais e ilegais que participassem do boicote em resposta à repressão do presidente Trump contra a imigração.

58a6349af3c5d.image

Entre as ações da Casa Branca, há planos de construir um muro de fronteira, instalar uma proibição temporária de imigração para cidadãos de algumas nações de maioria muçulmana, aumentar os agentes de patrulha para conter a imigração ilegal e retirar fundos federais de cidades-santuário que limitam a cooperação com agentes de imigração.

58a61356f098b.image

Os imigrantes compõem a maioria dos 12 milhões de trabalhadores de restaurantes e até 70% dos empregados em cidades como Nova York e Chicago, de acordo com o Restaurant Opportunities Centers United, organização que trabalha para melhorar as condições de trabalho. Estima-se que 1,3 milhão de pessoas na indústria sejam imigrantes que vivem nos Estados Unidos ilegalmente, afirma o grupo.

Veja mais imagens do Dia Sem Imigrantes em todo país:

94a14f065daywithoutimmigrants-1-jpg-mobile
‘Eu marcho por minha mãe, pois ela cruzou a fronteira por mim’

920x920


‘Eu faço o que você não pode e você faz o que eu não posso. Juntos podemos fazer grandes coisas’

1487276313062

dia-sin-inmigrantes-18-749x500

east-boston-banner-1

FullSizeRender 13

gettyimages-632932046-e1485643765588

img_0972

Immigration+Protest+020917

web1_4928186-05bc9b2b10d542f59bd2094e63f7f0b3

la-1487289002-l0nyszbxfc-snap-photo

photos.medleyphoto.13016317

LATINO_RIGHTS_DEMO-2

newsEngin.17791151_dyc-immigrant-rally-29

* Todas as fotos: Reprodução

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it