Ela conseguiu permissão para plantar maconha em casa para ajudar a filha doente

O uso medicinal da maconha vem sendo discutido cada vez mais. Enquanto o assunto avança em outros países, aqui no Brasil ele ainda parece tímido – mas não tanto. Uma mãe acaba de receber autorização da justiça para manter suas plantas de maconha em casa, com o objetivo de usá-las no tratamento da filha, que sofre com síndrome de Dravet.

Cidinha e Fabio Carvalho descobriram em 2013 que o uso da maconha poderia amenizar os sintomas da doença da filha Clárian, que causa crises epiléticas e atraso no desenvolvimento psicomotor, segundo o Growroom. Desde então, eles lutam para poder cultivar a planta e produzir o remédio para a menina em casa.

maconha2

Alguns medicamentos feitos com a erva já estavam liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como aqueles a base de CBD e THC, porém o acesso a eles ainda era difícil. Por serem importados, os custos eram altos demais para a família, além de ser necessária uma permissão da Anvisa para obtê-los. Foi assim que Cidinha decidiu fabricar o próprio óleo de maconha para aliviar os sintomas de Clárian, que apresentou uma melhora significativa com o tratamento.

maconha1

Até então a família permanecia na ilegalidade, plantando a erva sujeita à prisão, como qualquer usuário recreativo. Mas desde segunda-feira, 19, isso começou a mudar. Cidinha e Fabio receberam da justiça a autorização para plantar maconha em seu domicílio em quantidade suficiente para produzir o remédio que a menina necessita. Hoje pela manhã, ela postou a conquista através do Facebook: “Filha, obrigada pela força que nos move, seu remédio está garantido, sua saúde não pode mais ser violada.“, escreveu a mãe.

Fotos: Reprodução Facebook

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it