‘Trabalho Interno’: curta dirigido por brasileiro sobre o dilema entre razão e coração é finalista do Oscar 2017

Leo Matsuda, de 34 anos, nasceu em São Paulo, mas hoje vive em Venice Beach, na Califórnia, onde trabalha para os Estúdios Walt Disney. Leo foi para os Estados Unidos há oito anos para estudar Animação na California Institute of the Arts, e desde então trabalhou para diversos filmes como Detona Ralph, animação que lhe rendeu uma indicação ao prêmio Annie, o “Oscar da animação”.

E seu último trabalho, como diretor e roteirista de Trabalho Interno (Inner Workings), acaba de se tornar um dos 10 finalistas à indicação ao Oscar 2017, na categoria Melhor Curta-Metragem Animado.

A animação, protagonizada pelos órgãos internos de Paul, um burocrata que gostaria de ter uma vida mais divertida, é uma mensagem sobre como a busca pelo equilíbrio é essencial para levar uma vida mais saudável.

The Adobe Flash Player is required for video playback.
Get the latest Flash Player or Watch this video on YouTube.

“O curta é especial para mim porque reflete diretamente um tema da minha vida com o qual muitas pessoas se identificam imediatamente: a batalha constante entre nossos corações e nossos cérebros”, disse o brasileiro. Estamos na torcida!

o-inner-workings-570-1

Imagens © Divulgação

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it