Interior de São Paulo recebe primeiro caminhão de lixo movido a energia elétrica do mundo

O caminhão vira a esquina e os lixeiros saltam para recolher os sacos deixados pelos moradores, tudo como sempre foi. Com um detalhe: o veículo não faz barulho nem produz fumaça. É o que vem acontecendo em algumas cidades do interior de São Paulo, graças ao investimento no primeiro caminhão de lixo 100% elétrico do planeta.

O caminhão é produzido por uma empresa chinesa, a BYD, que, após vender a primeira unidade para a Corpus, planeja começar a produzir outros veículos do tipo no Brasil – este veio do outro lado do mundo. Por enquanto a novidade está em serviço nas cidades de Paulínia, Indaiatuba, Tietê, Salto e Valinhos.

img_7966

O caminhão é capaz de comprimir até 16 toneladas de lixo por turno de funcionamento, graças a um mecanismo hidráulico de compactação. Com uma recarga de duas horas, a bateria de fosfato de ferro lítio (que é reciclável e tem vida útil de 40 anos) garante o funcionamento por 8 horas ou 200 km.

O investimento no caminhão elétrico, mais alto que no convencional, é recompensado pela economia com a operação e a manutenção, além de ser ecologicamente muito melhor. João Paschoalini, diretor operacional da Corpus, diz que a empresa vem pesquisando alternativas mais sustentáveis para melhorar seus serviços de saneamento, e pretende ampliar a frota, fazendo dos caminhões elétricos a regra, não a exceção.

Carlos Roma, diretor da BYD no Brasil, conta que há planos para fechar um “ciclo sustentável” na operação do veículo: a empresa pretende utilizar energia gerada em aterros sanitários para abastecer os caminhões, dispensando assim o uso da energia hidrelétrica.

img_7958

Fotos: Divulgação/Corpus

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it