O recurso maroto de Ridley Scott para conseguir as reações reais nesta cena icônica de Alien

Esse texto contém spoilers mas, considerando se tratar de um clássico obrigatório do cinema, lançado em 1979, esse aviso já venceu a validade – se você ainda não assistiu Alien – O Oitavo Passageiro, corra para faze-lo já. Dito isso, quem assiste ao filme pela primeira vez terá garantida uma sucessão de sustos e cenas de suspense e horror. Nenhuma delas, porém, tornou-se tão icônica quanto o momento em que o bebê Alien irrompe do peito de um dos tripulantes, interpretado por John Hurt.

O que poucos sabem é que o mesmo susto que a plateia sente ao ver o ser surgindo após uma explosão de sangue o elenco também sentiu: o diretor Ridley Scott não revelou antes aos atores o que iria acontecer.

alien1

A ideia era preservar a reação mais natural e verdadeira, o espanto, horror e pânico como de fato são. No roteiro dos atores e atrizes, portanto, só havia uma sutil indicação do que viria: além da descrição do início da cena, em que a tripulação da nave toma café da manhã despreocupadamente, somente um sinal súbito: de repente, dizia o roteiro, “a coisa emerge” – e nada mais.

alien8

E assim, sem maiores detalhes o elenco permaneceu até o momento em que o diretor gritou “ação” e todos então “viveram” diante das câmeras o surgimento do monstro. “As reações eram as coisas mais difíceis”, explicou Ridley Scott. “Se um ator finge estar assustado, você não consegue capturar o medo genuíno e cru”.

alien7

alien6

John Hurt, o “hospedeiro” do bebê Alien, tinha mais informações, e foi discretamente preparado para a cena com efeitos especiais. A protagonista Sigourney Weaver revela em suas memórias que soube que algo terrível viria quando notou alguns membros da equipe usando capas de chuva para a filmagem – e o plano de Scott deu certo.

Veronica Cartwright, a atriz que acaba banhada de sangue, desmaiou ao fim da cena, enquanto o ator Yaphet Kotto teve de se retirar para o camarim para se acalmar. “Eu esqueci que se tratava de um filme”, afirma Weaver.

alien4

alien5

alien3

O método é eticamente questionável, oriundo de uma época em que a preocupação com alcançar a mais impactante cena possível era a coisa mais importante de um set de cinema. Seja como for, o fato é que assim nasceu não só o Alien, mas também uma das mais icônicas cenas da história do cinema.

alien2

© fotos: reprodução

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it