Artista urbano cria intervenção para defender a vida em comunidade quilombola

O artista de rua Emol é natural de Diadema, em São Paulo, mas desde 2009 vive de forma nômade, sem residência fixa para poder conhecer melhor nosso país. Ele faz o possível para vivenciar culturas locais e captar suas questões fundamentais, como em sua última obra, no mangue cearense.

Chamado Quilombo do Cumbe, o trabalho é uma forma de alerta sobre a resistência da Associação Quilombola do Cumbe, localizada em Aracati, no Ceará. A comunidade é, tradicionalmente, produtora de alimentos como coco e manga, além da captura de caranguejos.

Nos últimos anos, porém, a harmonia local vem sendo desequilibrada por causa de novas atividades econômicas, como a atuação da Companhia de Água e Esgoto do Ceará, a carcinicultura (criação de camarões em viveiros) e a geração de energia eólica.

Segundo Emol, os empreendimentos da carnicicultura “criam conflitos entre os próprios moradores, poluem as águas e desmatam o mangue, constituindo uma ameaça ambiental, cultural e socioeconômica na região”.

emol-caranguejo

Na intervenção Quilombo do Cumbe ele criou um lindo caranguejo, símbolo do mangue, com o ideograma Akoben, que significa “chifre da guerra” e cimboliza a vigilância, pairando sobre sua cabeça. Alguns moradores locais nomearam a pintura como “o caranguejo guerreiro pronto pra guerra”.

Confira outros trabalhos de Emol:

emol-fortaleza-2016-red

12191369_1684004825171288_2302114365376299723_o-1

02

3_emol

04

07-l_1000

recife-2011_1000

Todas as imagens © Emol

*A rotina que sabemos que nos mata, mas da qual não conseguimos fugir; o jantar com os amigos que ficou pra trás, porque não deu tempo; ou a família que ficamos sem ver durante meses, porque a correria cotidiana não deixou. Você pode não saber, mas estamos todos dormindo de olhos abertos!

Este canal é uma parceria entre o Hypeness e a Cervejaria Colorado e foi criado para os curiosos, genuínos e inquietos. Por uma vida que valha a pena ser vivida, Desiberne!

Comentários

Via Hypeness

0 I like it
0 I don't like it